"“O amor é altruísta, é alimento para a alma. Quando se ama verdadeiramente, não importa onde e como você está. Sempre você irá praticar o bem pensando no seres amados.”"

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Se tiver paciência...rs* Leia ... um desabafo...


Uma história intrigante, provavelmente muitos já viveram esse instante...mas eu vou tentar contar...

Foi via internet...esse cofre de surpresas, esse local estranho que nos faz colocar todos os segredos sobre a mesa e a gente pensa, acha, tem certeza, que foi aquela pessoa em especial que conseguiu a chave dos nossos mistérios, que atravessou sem esforços nosso rio de dúvidas, que invadiu nosso calabouço de conflitos e os desfez de uma só vez.

Tantos enganos...somos todos iguais, não existe essa quantidade de pessoas especiais, mas toda hora, todo dia, alguém em frente a um computador encontra o seu grande amor e então me pergunto :

- Por que na vida real isso não acontece igual?

Mas pensando bem, descobri que por detrás de tudo isso existe uma simples explicação...no dia a dia, as pessoas não se confiam, não se procuram, não se aceitam e não suportam os defeitos...mas via internet tudo ficou mais fácil. Eu te conto meus problemas e você quer ouvi-los.

Eu te peço soluções e você se apressa em dá-las. Se eu preciso de um carinho, você jamais me abandona sozinho.Se suplico por um afago, você inevitavelmente se coloca do meu lado. Se eu estou em desatino, você nunca me atropela, sempre tenta me acalmar e se põe eternamente a me esperar.

No virtual tudo é tão fácil, rápido e sem problemas, aqui não existem fronteiras, nada que se diga é visto como besteira. Mulheres não têm dores de cabeça. Homens não chegam do trabalho cansados. Mulheres sempre são parceiras. Homens estão sempre animados. Defeitos não se encontram em nenhum dos dois. Todos somos feitos de sonhos...é...sonhos, aquela coisinha insignificante que atualmente anda tão distante, que se julgava não existir mais no ser humano.

Engano...

Nós, embora muitas vezes negando, ainda vivemos por aí divagando.A idade não importa, adolescentes se fazem adultos, idosos se transformam em crianças, jovens fazem brotar aquele sentimento do qual são os maiores donos, o amor.

A sedução que até então estava tão dilacerada na vida real, aqui no virtual tomou um novo rumo. Voltou-se finalmente a seduzir com palavras, com doces "cantadas", fomos enfim obrigados a criar frases bem elaboradas e saber colocá-las na hora certa, no momento exato, caso contrário tudo acaba em fracasso. No virtual, a arma de todos é igual, não importa se você é bonita ou se é esquisita, não faz mal se ele é genioso e teimoso. Atrás de um computador, some qualquer dor, os problemas insolúveis da vida real nem precisam ser contados, podem ser escondidos e descartados. Ela nem precisa saber que você é casado, assim como você também não irá descobrir que ela já passou dos quarenta e no entanto inventa que acabou de fazer vinte e seis, o que é perfeito pra vocês.

Aí acontece de alguém querer uma foto do outro, escolhe-se os melhores ângulos para tirá-la ou pode até ser uma foto do passado, daquelas que estão no armário trancado. Mas será que ao fim de tudo somos mesmo aquilo que passamos? Ou será que só lidamos com um amontoado de sonhos? Será que temos aquele rosto? Ainda é aquele mesmo cabelo? O corpo ainda tem o mesmo relevo e o mesmo cheiro? Será que aquela simpatia toda é verdadeira ou obra do virtual? Será que o mundo que expusemos é real?

Criam-se personagens a todo instante...gente séria, gente alegre, gente competente, inteligente, gente amiga, influente, gente dominadora, gente meiga e gente traiçoeira.Mas com tudo isso o amor vai acontecendo desnorteado dentro dos corações, se iludindo com meras palavras, atravessando difíceis estradas. E então chegam os entendidos em internet, aqueles que jamais colocaram seus dedinhos a teclar e começam a nos julgar:

" - Internet? Só tem gente carente, gente inconseqüente...!"

Hum...e quem disse que os carentes só vivem na Internet? Eles estão em toda parte, foi uma raça que se alastrou, dominou o mundo. Somos todos, unidos ou perdidos, muitos ou poucos, invisíveis ou aparentes...mas carentes.

Carentes de amor, de amizades, de mão amiga, de olhar afetuoso, de um sorriso gostoso, de um bom dia com alegria. No virtual ou no real, tudo se faz igual, a única diferença é que aqui temos tempo...tempo pra descobrir as pessoas, tempo pra enganá-las, tempo pra seduzi-las e depois deixá-las, tempo até pra perdoá-las. Aqui temos tempo pra sofrer, chorar e nos arrepender, enquanto que no real a nossa rotina é sempre igual, dominou nosso coração e nos jogou na solidão, nos impedindo de ter tempo para um bom tempo, nos jogando de frente com os problemas e não dando tempo pra ninguém nos ouvir.

No real não temos nem mais tempo pra nos iludir...e a ilusão embora nos traga muita decepção é necessária, é pertinente e acaba por ser solidária à nossa solidão e à nossa emoção.

Então vamos sonhar...se ele ou ela não aparecer, também não vamos sofrer, apenas continuemos a viver, unidos ou separados, no virtual ou no real, mergulhados nas emoções, envoltos nas ilusões e que a Internet consiga trazer soluções e quem sabe resolver as minhas, as suas, as nossas questões. D.A

Afff....me desculpem, me perdi no devaneio e esqueci de contar a história de amor. Afinal vim aqui pra contar de um certo amor não foi?

Um amor que começou via Internet...

Bem, fica pra uma outra vez, só posso adiantar mesmo o que disse no início, que ambos não estavam um nos planos do outro e ainda assim foi incrível...indescritível. Mas acabaram por se afastar, ela por alguns motivos impossibilitada de ir ao encontro dele e viver esse amor... ele, não quis ou não podia ir ao seu encontro, e cansado de esperar por ela... preferiu procurar outra ou outras... uma pena, um desperdício de corações, de sensações, de amores e de ilusões.

Mas olha...ela ainda sonha com ele, ela em pensamentos o protege e deseja sua felicidade plena, talvez isso seja o verdadeiro amor... e ele? Não sei acredito que pensa muito nela.

11 comentários:

Ewan disse...

Parabéns pelo texto!!!!!
mas vou ficar na torcida e espera de mais detalhes da história de amor! rsrs Quem sabe Ele não lê!??? rs

Histórias de amor são pra serem vividas intensamente, independente do final!

Beijos Marihá

Anônimo disse...

Marihá, a poetisa que encanta, que sonha, que chora, que és encantadoramente Marihá.

Assim como escreveu Ewan, não importa o tempo que durou a história de amor o importante é que existiu.

Sou seu fã incondicional, sempre deixarei claro o quanto gosto de você.

Um beijo cheio de carinho

Anônimo disse...

To muda aki
Não tenho palavras
O que posso falar?
Sou akela q se ver no q vc escreve.
Agora mais uma vez quero te falar.
Sou sua fã de todos os sentidos.

Beijoooooooo

Celinha disse...

Bom fã desta poetisa maravilhosa eu tbm sou, de carteirinha...rsss

Que belo texto amiga...perfeito, verdadeiro e moderno, afinal é a nova maneira de se viver intensamente um grande amor.
Perto ou longe, real ou virtual, o importante é amar, se entregar de verdade, sem medo, sem barreiras... ufa!

mas quero saber da história de amor tbm..rsss

Parabéns querida!

beijosssssss
Célia.

Marihá disse...

É, não podemos dizer que o mundo azul "net" é virtual....rssss

Ewan, Celinha... e os anominos
quanto a história de amor, um dia volto e conto o final, mas sera que teve um final? ou foi um começo?...rs*

Amooooooooooooo vocês isso sim que importa

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Tita disse...

Minha querida menina, vim em seu belo blog, e deliciei-me(sorry!) com seu desabafo blogueano.
O termo ai acima, nada tem de sadismo, mas por feliz constatação :
vc, eu e toda a humanidade, que por força da modernidade, do trabalho ou para puro deleite, usa a internet...do tal falado "mundo da tela azul!"
Ora menina, neste mundo azul, uns sabem muito e outros nem tanto, mas basta um "enter" e os sentimentos seguem junto:
mentidos e os de verdade!
Um mundo-faz-de-conta , da Alice no Pais das Maravilhas, acontece num piscar de olhos, no caso, num digitar..

Tita disse...

João, velho avô solitário em seu pequeno quarto, quando no mundo azul, surge cavaleiro da capa vermelha e espada (sorry a alusão fálica!). Sedutor e irresistível, passa ter vinte e poucos anos..
Dona Joana, aquela mesma do vestidinho de florzinha roto igual são seus sonhos, num "enter" passa ser uma miss..uma vencedora..uma semi-deusa!
O tímido garoto das sardinhas no nariz e do sexo solitário na frente da Playboy do mês, está no mundo azul, com trinta e poucos anos para garantir credibilidade , para seduzir ainda mais a garota(?) que lhe parece a gata(?, será?) de seus sonhos..
Alguns praticam golfe, pólo, falam cinco idiomas, são ricos empresários, seguros, corretos e apaixonados pela vida!

Tita disse...

Outros, parecem não ter tido nem dor de barriga um dia e nem precisaram tomar um Tylenolzino sequer, num final de mês, para aplacar a super dor de cabeça diante de tanto doc, conta de luz, consorcio do Ka, condomínio, colégio de filho, conta do supermercado cartão de crédito, etc..etc..
Mas, querida Marihá, muitos outros, mostram a cara de verdade, colocam suas fragilidades entre amigos, sua idade, seu perfil simplificado, suas paixões por filhos, amigos, poesia, música sertaneja (pq não?), por filmes de Meg Ryan, fáceis de entender que a mocinha é aquela que corre ao encontro do mocinho, na bela praia deserta com música do Steve Wonder ao fundo..

Tita disse...

Amores de verdade também podem acontecer no mundo azul, e muitos já provaram disto!
Muitos e muitas já se apaixonaram de verdade e buscaram o encontro na vida real, para poder dar o beijo na boca, sentir o cheiro, o perfume, no jeito de seu amado, que já sabe qual é, pelo mundo azul, mas quer tudinho repetido e paupável, do mundo de cá fora.
Assim querida, fazendo um balanço franco e em resposta a seu desabafo, acrescento apenas: Viva tudo , se possível sinta tudo na vida real que seu “enter” e seu feeliong já recebeu e enviou!

De sua manamuitissimomaisvelhaenemassimsabemais.

Meu beijo, meu carinho azul, verde, branco, preto, lilás, cor-de-rosa, dourado...TOTALMENTE REAL!

Marihá disse...

Tita tu és minha irmãnãomuitomaisvelha, sua experiência de vida e seu carinho por mim me faz me sentir leve.
Amo você minha irmã

Gosto de ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=5hzgS9s-tE8