"“O amor é altruísta, é alimento para a alma. Quando se ama verdadeiramente, não importa onde e como você está. Sempre você irá praticar o bem pensando no seres amados.”"

quarta-feira, 27 de outubro de 2010


Viagem
Viajo
no teu corpo
desvendando caminhos
nunca imaginados,
inexplorados.
Viajo em ti
delirantemente
sonhos de uma ternura
absurdamente
nunca sentida.
Restando assim
a imagem colorida
em preto e branco
do meu desejo
De querer-te aqui.
Marihá 16/10/10

6 comentários:

Sotnas disse...

Olá Marihá e Lucca, esta dupla, além de dar romance da poesia. Tudo bem com vocês, desejo que sim! Passei admirar para mais um tanto de belos versos, cheios de um sensível romantismo. Parabéns para os dois por envolventes poemas. Tudo de bom para vocês e todos ao redor, sempre com saúde, amor e paz, abraços e até mais!

Rodrigo Passos disse...

lindo poema!

Marihá disse...

Sotnas boa tarde querido, estou bem e Lucca também. E você? Tenho passado todos seus comentários pra ele. Ficamos extremamente felizes com seus comentários.
Um abraço carinhoso

Marihá disse...

Rodrigo, feliz em saber que gostou do poema.
Um abraço

Célia Romera disse...

Como não gostar de um poema tão delicado e cheio de ternura??!!

beijos encantados aos dois!

Célia.

Marihá disse...

Um momento de viagem.... literalmente....rs*
Beijos querida Célia

Gosto de ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=5hzgS9s-tE8