"“O amor é altruísta, é alimento para a alma. Quando se ama verdadeiramente, não importa onde e como você está. Sempre você irá praticar o bem pensando no seres amados.”"

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Não tenho um poema, não tenho um texto cheio de amor, escrevo o que foi o mês de setembro pra mim. São estranhos e, ao mesmo tempo, surpreendente algumas revelações e encantamentos. Revelações feitas em momentos de muita alegria, em meio a muito choro, e uma extremamente especial, feita em silêncio. Eu o conheço há 3 anos e meio. Foram muitas idas e vindas, ele sempre partindo eu sempre esperando; não pergunte o porquê, mas o fiz sempre, e tenho certeza o farei tantas vezes forem necessárias. Talvez por sermos totalmente parecidos e nossa afinidade seja totalmente forte. Tenho certeza que somos almas gêmeas. Ele vive na Terra do Nunca, feito Peter Pan; eu, como Sininho. Somos totalmente crianças, somos totalmente adultos. Somos totalmente nós. Vivemos um Caso de Amor Poético fora da normalidade. Ninguém consegue entender, mas pra quê? Se o que importa é que nós dois sabemos o que realmente existe. Só nós dois sabemos, e nada se traduz. Ele me revela como ninguém; eu o desnudo como poucas. Os dias estão passando e estamos nos amarrando um ao outro como um nó cego, extremamente forte e, ao mesmo tempo, estamos tão livres. Gosto de seus sorrisos misturados aos meus. Hoje não sei se conseguiria ficar longe dele, pois se o fizer estaria ficando longe de mim. Ele sabe de meus medos; os dele, quase todos os sei. Não tenho o fim para esse texto; tenho apenas a certeza que ele me faz bem. Vejo-me nele, reflexo meu. Seremos assim, eu e ele, essa coisa doida de sentir o que é ser importante na vida do outro.

6 comentários:

Maria Cláudia disse...

Marihá que revelaçao maravilhosa de você!!!!!!!!!!!!
Amei essa presença de alma, sensibilidade indiscutível.
Beijos, amiga.

Sotnas disse...

Olá Marihá,
Muito bom texto reflexivo, e de ponderada atitude. Agrada-me pessoas que tem atitude, assume o que é o, que sente e sem evasivas, seja um momento feliz ou até mesmo um momento triste, o que não é o seu caso. Parabéns pelo belo texto. Tudo de bom pra você e todos ao redor, saúde, amor e paz sempre, abraços e até mais!

Marihá disse...

Cacau, literalmente deixei minha alma falar.
Beijos

Marihá disse...

Sotnas, sou uma pessoa que demonstra o que sente em todos os momentos, sejam eles felizes, ou tristes. Esse texto foi feito num momento especial. É um pequeno relato de uma história que considero uma das mais bonitas que já presenciei.
Saúde e Paz pra você e os seus também. Abraços

Polaka disse...

Minha poetisa querida e preferida!!
Sabes bem definir afinidades, encantamentos e pq não dizer "AMOR" sim, o amor é inexplicável e qdo temos esta certeza fica fácil... pq permitimos apenas senti-lo sem precisar entendê-lo.
Este lindo texto revela um amor entre almas que não necessitam de estarem juntos lado a lado, simplesmente pq estão juntos mas um dentro do outro.

Maravilhoso... Parabéns!

beijoooo recheado de encantamento...

Célia.

Marihá disse...

Célia, temos a certeza que somos um para o outro o que desejamos e precisamos. Esse amor de almas, vai além do amor humano.

Gosto de ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=5hzgS9s-tE8