"“O amor é altruísta, é alimento para a alma. Quando se ama verdadeiramente, não importa onde e como você está. Sempre você irá praticar o bem pensando no seres amados.”"

sábado, 5 de junho de 2010


E por que não dizer que ela rodopiava ao som do seu silêncio?
E por que não deixar explícito que o ato ilícito deu
a ela a certeza de que seu bailado era seguro.
Foi amor, um amor puro.
Foi até singelo e, se não foi belo, foi porque se fez escuro
o amanhecer sincero sem você.
Foi quando ela se fez muda.
Foi quando teve a alma em brasa e,
ao se ver desnuda,
quis dar um fim glorioso ao que já nasceu morto.
Ela quis seu porto e,
ao dançar sozinha esse teu tango torto,
emoldurou no rosto um riso raro,
tal qual um anteparo pra se defender dos medos revelados.
Mas ela ainda rodopia...e dançava,
na esperança cega de quem sabe um dia
se encantar pela mesma canção
com uma nova melodia.
Só por isso... é que ela rodopia.

Marihá 05/05/10

4 comentários:

Joop Zand disse...

Hello Mariha

Compliments for your blog,
it looks very nice an colorful.

Greetings, Joop ( Hollanda )

http://jfotograaf.blogspot.com

Marihá disse...

Joop obrigada pela presença constante no meu blog
Kisses

Rosangela disse...

Oi Marihá, vc. é muito especial em minha vida. Existem pessoas, que sentimos a presença, o ritmo, a beleza, a cor e a sublimidade, mesmo sem tocar, ver, ou saber.
É um mistério tão singelo e perfeito... Querer que isto nunca acabe.
Gde. Beijo.

Marihá disse...

Rosangela... Você diz que sou especial em sua vida? Fiquei arrepiada com tal comentário, você não imagina o quão fico feliz em saber que pessoas que não conheço, se encantam com a "minha presença". Venha sempre aqui.
Um beijo cheio de afeto.

Gosto de ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=5hzgS9s-tE8