"“O amor é altruísta, é alimento para a alma. Quando se ama verdadeiramente, não importa onde e como você está. Sempre você irá praticar o bem pensando no seres amados.”"

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Tem dias que sou Verão,
brilhante, colorida, encantadora
e sedutora.

Tem dias que sou Outono,
melancólica, nostálgica, calada
e esquecida.

Tem dias que sou Inverno,
triste, solitária, cheia de mágoa e dor
e perdeu sua cor.

Tem dias que sou Primavera,
alegre, florida, radiosa
e delicada.

Tem dias que sou as quatro estações,
alegria, luz, crepúsculo e vento,
e em tudo é desalento.

Tem dias que sou somente eu,
que me perco, choro e lembro,
E me ergo com novo alento.
Marihá 07/02/10

4 comentários:

Polaka disse...

Aiii que lindoooO!
Imagem e poema, mais que perfeito!

beijos minha querida!

Célia.

Marihá disse...

Simples, assim como nós...rs*

Lídia Borges disse...

Muito bonito, este poema em viagem pelas estações da vida...

Um beijo

Marihá disse...

Lidia, que prazer encontra-la aqui. Fiz este poema para todas mulheres que conseguem vestir-se das estações com maestria.
Um beijo

Gosto de ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=5hzgS9s-tE8