"“O amor é altruísta, é alimento para a alma. Quando se ama verdadeiramente, não importa onde e como você está. Sempre você irá praticar o bem pensando no seres amados.”"

domingo, 31 de janeiro de 2010

Encontro poético de dois amigos, distantes, mais próximos pelas letras... Ricardo, meu carinho por você é discaradamente Verdadeiro.

Deixo cair lentamente
Sobre minha pele
A poesia que vem de ti
Como cada uma das palavras
Que escorrem de tua mão...

Poetas fingem
Não se aflige
O que existe, é o que deixo
Em tuas mãos
Espero a resposta ...

Os versos que ora caem
Sobressaltados por tal momento
Não me aquietam,

Ao contrário
Fecho meus olhos
E Sua voz “adrenalina”

Num segundo fatal de tensão...
Um prazer enviado

Pela palma da tua mão...
Marihá e Ricardo Leal 23/01/2010

2 comentários:

Poesias de Ricardo Leal disse...

Aqui no blog ficou mais legal.Gostei da experiência.Foi estimulante e inspiradora.Vamos repetir...Bjo

O Profeta disse...

Chove bem no meio do mar
São de fogo as manhãs na ilha
A seda púrpura é lençol de amantes
Os olhos roubam a virtude à maravilha

Enchi a taça com absinto
Ergui o braço, toquei uma nuvem carmim
Ensaiei um passo de dança 
Senti que os pássaros riam de mim

Senti o resto da geada em descalços pés
Calei minha viola de dois corações
Deixei entrar no peito o tamborilar de perdidas gotas
Senti o sabor sal das minhas emoções


Convido-te a partilhar a outra metade


Mágico beijo

Gosto de ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=5hzgS9s-tE8