"“O amor é altruísta, é alimento para a alma. Quando se ama verdadeiramente, não importa onde e como você está. Sempre você irá praticar o bem pensando no seres amados.”"

domingo, 29 de novembro de 2009

Talvez não saiba o que é o amor. Por mais que eu cante em prosa e verso, não sei, realmente, se amei alguém algum dia. Eu me apaixono, e como me apaixono, e acho isso, fácil. Dedico-me por inteira. Também sou fugitiva quando me decepciono, e isto, aconteceu algumas vezes. Mesmo assim, sempre entrego-me.Tenho um coração bobo que perdoa e acredita. Tenho um coração que doa e se sacrifica. Tenho um coração que dói. Tenho saudades, tenho uma vontade danada de ser feliz, assim como muitos. Só sei ser feliz fazendo outra pessoa feliz. Não gosto de felicidade momentânea. O amor é tão complexo, o Amor dói, se é Amor por que machuca? O amor podia ser...e não é...Nem sei se existe. Mas dói, existindo ou não. Jurei não chorar e sofrer por Amor. Será que já senti o Amor? A Paixão será minha companheira? Mas é passageira. Algumas perguntas sem respostas.

2 comentários:

Polaka disse...

Perguntas sem respostas, doação, resignação, perdão, solidão...isto tudo faz parte do pacote amar... para aquelas que são intensas no sentir.

Belo texto querida!

Beijos

Célia.

Marihá disse...

Fragmentos e mais fragmentos de momentos vividos, de momentos que ainda virão.

Gosto de ouvir

http://www.youtube.com/watch?v=5hzgS9s-tE8